NOTÍCIAS
Todos os anos, são registrados graves acidentes com adultos e crianças causados por portas e janelas fabricadas em discordância com as normas de produção definidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Alguns casos resultam em sequelas permanentes e mesmo a morte, que poderiam ser evitadas se todos os produtos disponíveis no mercado estivessem em conformidade com os níveis de qualidade e segurança exigidos.
 
Os problemas são diversos e vão desde a entrada de água e baixa resistência a ventos, que causam danos patrimoniais, a falhas mais sérias causadas pelos fabricantes, como a não utilização de vidros de segurança nas portas de correr, folhas que se soltam e estruturas que se deformam, fazendo vítimas em todo o País.
 
Prevenir tais ocorrências é uma necessidade e um dever de qualquer fabricante, que deve seguir as normas brasileiras no processo de fabricação de suas esquadrias. Já os comerciantes, que são corresponsáveis, devem comercializar somente as marcas certificadas. Por fim, estão os consumidores que devem sempre optar por marcas de qualidade assegurada. Essa conscientização, no entanto, ainda precisa ser aprimorada.
 
Setor tem Programa de Certificação
Indústrias que atendem aos padrões de produção, resistência e segurança - conforme o Programa de Certificação de Esquadrias para Edificações - garantem portas e janelas em conformidade com as normas: é a certeza de que as esquadrias foram projetadas adequadamente, testadas e que reúnem as condições necessárias para resistir aos esforços de uso, impactos, pressão, chuvas e ventos, evitando acidentes, infiltrações, deformações, excesso de ruídos e exigindo menos manutenções, uma vez que são mais duráveis.
 
“Esquadrias não são todas iguais. Orientamos a quem for comprar que procure por produtos com o Selo de Identificação de Conformidade. É a segurança e a garantia de que as portas e janelas têm a qualidade que o consumidor precisa”, explica Leonardo Kozo Sasazaki, presidente do conselho da Sasazaki – fabricante de portas e janelas de aço e alumínio.
 
Esquadrias com o selo de certificação são produzidas com matérias-primas e componentes de elevada qualidade e por meio de processos rígidos. Passam por rigorosos testes que garantem o desempenho e a segurança das portas e janelas nas mais variadas edificações. “Uma das características importantes é a maleabilidade do produto independentemente das condições climáticas”, destaca Sasazaki. “Esquadrias certificadas proporcionam maior proteção às pessoas e ao patrimônio”, complementa.
 
Qualidade nos detalhes
A Sasazaki foi a primeira indústria do setor de esquadrias do Brasil a atender ao Programa de Certificação de Esquadrias para Edificações, e tem processos em conformidade técnica com as resoluções da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT NBR 10821 (avaliação, desempenho e classificação de esquadrias para edificações) e ABNT NBR 15575 (desempenho das edificações habitacionais) -, Regulamentos desenvolvidos pelo INMETRO e Código de Defesa do Consumidor.
 
Para receber o selo de produto certificado, suas portas e janelas são auditadas e submetidas a testes de permeabilidade, resistência, estanqueidade, impacto e esforços mecânico, entre outros. A empresa faz investimentos constantes no parque industrial, para garantir melhor produtividade e segurança no lançamento de produtos adequados às necessidades do mercado.
Fonte: Assessoria de Imprensa / Sasazaki

LEIA TAMBÉM

MATÉRIAS MERCADO DA CONSTRUCAO
MATÉRIAS DECORACAO DE INTERIORES
Copyright Portal Obra24horas | 2005-2019
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso