v Obra24horas | Matérias > NEMA Brasil destaca a importância das instalações elétricas seguras
MATÉRIAS
NEMA Brasil destaca a importância das instalações elétricas seguras

Instalações elétricas seguras são essenciais para segurança de pessoas e preservação do patrimônio

A associação chama a atenção para a importância de se projetar e executar instalações elétricas baseadas nas normas que definem os requisitos mínimos de segurança e qualidade
 
A segurança de instalações elétricas é um tema de crescente importância na sociedade e entre profissionais da construção civil. Em 2008, a norma NBR 5410, que rege as instalações elétricas de baixa tensão, completa três anos em vigor desde sua última revisão e chama a atenção do mercado para a necessidade de se atender aos requisitos da certificação, tanto na execução de projetos como na fabricação de produtos destinados à área de energia elétrica. Iniciativas, estas, consideradas essenciais para a segurança de pessoas e preservação do patrimônio, de acordo com a Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Elétricos NEMA Brasil.
 
O presidente da associação, Hilton Moreno, destaca que não há dúvidas de que segurança é fundamental, assim como é clara a evolução do grau de conhecimento da norma desde sua primeira publicação, em 1980. O uso de sistemas de aterramento ("fio terra"); tomadas com contato de aterramento; dispositivos diferenciais residuais (DR); dispositivos protetores de surtos (DPS); cabos elétricos retardantes de chama, com baixa emissão de fumaça, gases tóxicos e corrosivos; e eletrodutos normalizados são alguns exemplos de novas tecnologias que atendem às necessidades de segurança e consumo de energia elétrica e, cada vez mais, estão presentes nos projetos de instalação.
 
Porém, há muito a ser feito. "Os profissionais precisam conhecer melhor e aplicar a norma, os consumidores devem exigir seu cumprimento e o uso de produtos certificados, e os órgãos governamentais devem fiscalizar sua aplicação, uma vez que os efeitos causados por falhas de segurança podem ser fatais", diz Moreno. Vale lembrar que, segundo o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, as instalações elétricas estão entre as principais causas de incêndios.
 
Dificuldades de difusão
Alguns fatores impedem uma maior aplicação dos requisitos da certificação, como o custo da norma, sua complexidade e tamanho, que inibem o acesso ao texto; a dificuldade dos profissionais em dispor de tempo e dinheiro para se dedicar ao estudo da norma; a constante entrada no mercado de novos profissionais que desconhecem a norma, entre outros itens.
 
Não é apenas a desinformação que coloca em risco a segurança nas instalações elétricas. Os custos de projetos e aplicação são um aspecto bastante significativo nesta questão. "Entregar uma obra sem tomadas 2P+T (2 Pólos + Terra), sem "fio terra" ou DR parece não comprometer a segurança, afinal, o chuveiro, a geladeira e o computador funcionam mesmo sem estes itens. Entretanto, a idéia de que segurança compensa os custos não são evidentes", comenta Moreno. "A realidade da segurança das instalações elétricas das construções no país é extremamente preocupante e necessita uma mudança de patamar para melhor, mesmo que isto implique num aumento de custo final da obra", alerta.
 
O presidente da NEMA Brasil explica que a última revisão da norma publicada em 2004, com vigência a partir de 2005, não trouxe mudanças radicais em relação ao texto anterior, de 1997, mas o torna menos complexo e de melhor compreensão. Somado a isso, verificou-se neste período um aumento do número de cursos, seminários, palestras, que visam difundir o conteúdo da norma. Além disso, percebe-se maior preocupação da aplicação dos requisitos da certificação pelo setor formal da construção civil, o que também representa uma mudança importante.

 

Da Redação


Copyright Portal Obra24horas | 2005-2021
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso