v Obra24horas | Entrevistas > Startup lança plataforma de busca de Coworking e escritórios virtuais
Obra24horas > Entrevistas >
ENTREVISTAS

Startup lança plataforma de busca de Coworking e escritórios virtuais

 

Sócios do BuscaSala
Os sócios José Guilherme e Gustavo Miranda, empreendedores do varejo e do mercado de eventos, se uniram para criar o grupo MobilitySolutions. Em um ano, eles trazem ao mercado a startup que já nasce com uma das maiores tendências globais dos novos tempos em sua essência: espaços compartilhados de escritórios.

A ideia nasceu da dificuldade dos próprios sócios de encontrarem espaços de escritórios para trabalharem em novos projetos. “Um profissional autônomo, novos sócios ou startups muitas vezes não vão investir logo de saída em grandes estruturas próprias”, diz José Guilherme. “O mesmo ocorre com milhares de profissionais da saúde que entram no mercado, como dentistas e médicos, que precisam sublocar salas prontas para iniciarem a carreira”.

Pensando nessa demanda e na dificuldade que estavam enfrentando, resolveram ser uma rede de buscas e referência na divulgação desse segmento: o BuscaSala. “Nossa ferramenta é simples e rápida, filtrada por cidades e bairros”, define José Guilherme. O buscador inclui, ainda, matérias e artigos sobre os benefícios e as vantagens de se trabalhar em um espaço compartilhado. “Estamos contentes em lançar um negócio que trabalha a favor da mobilidade urbana, sustentabilidade, compartilhamentoe empreendedorismo que juntos aumentam aqualidade de vida”, finaliza Gustavo Miranda.

Confira a seguir entrevista com os sócios José Guilherme e Gustavo Miranda.

Obra24Horas: Como surgiu a ideia do BuscaSala?

José Guilherme e Gustavo: O BuscaSala surgiu da demanda crescente de coworking e escritórios compartilhados precisarem de um canal de divulgação deste novo modelo de trabalho e também para ajudar o usuário que está em busca de um espaço, em um único site ele pode ver todas as opções de espaços e escolher a que melhor se encaixa na necessidade dele.

Obra24Horas: Porque o Coworking está em tanta evidência atualmente?


José Guilherme e Gustavo: Coworking está em evidência devido aos inúmeros benefícios que ele consegue oferecer para as empresas, tanto financeiramente quanto com o networking e parcerias entre as empresas que ali estão.

Obra24Horas: Quem é esse público que acessa o site e busca esse serviço?


José Guilherme e Gustavo: O público é diverso e bem distinto, que vai desde startups até pequenos empreendedores. Também temos grandes empresas, com matriz nas grandes capitais, que querem abrir filiais em outras cidades; empresas que procuram oferecer mais qualidade aos seus colaboradores, que além da matriz buscam novos escritórios para facilitar o deslocamento; departamentos de RH de empresas que estão em busca de locais para realizar palestras e treinamentos; empresas de TI, de publicidade e propaganda, designers, advogados e até mesmo cozinheiros.

Hoje já temos Coworking voltado apenas para o setor Jurídico e Gastronômico, enfim, esse serviço de busca está cada vez mais eclético, sendo utilizado por todos aqueles que pretendem ter uma estrutura profissional mais enxuta e com custo baixo.

Obra24Horas: Como funciona o cadastro desses espaços compartilhados no site?


José Guilherme e Gustavo: O cadastro é muito simples: o anunciante que divulga um espaço escolhe uma entre cinco opções de planos que oferecemos. Logo após, nos envia uma ficha com os dados cadastrais, informações sobre o espaço e fotos, imediatamente preparamos o anúncio e em menos de meia hora já está no ar. Nas próximas semanas teremos uma nova plataforma que deixará o cadastro mais fácil e será feito pelo próprio anunciante.

Obra24Horas: Qualquer espaço pode ser transformado em coworking? Há alguma norma específica para isso?


José Guilherme e Gustavo: Qualquer espaço que tenha estrutura para receber uma empresa está apto há se transformar em um coworking, no Brasil ainda não existe nenhuma norma específica.

Obra24Horas: Qual a garantia para o proprietário do local?


José Guilherme e Gustavo: O proprietário recebe relatório com todos os acessos do site, quem procura pelo anúncio dele especificamente e também a garantia de enviarmos usuários para os espaços anunciados.

Obra24Horas: Espaços compartilhados ainda são vistos como locais de início de negócios, ou já há empresas que preferem esses espaços e não têm pretensão de ter seu próprio endereço?


José Guilherme e Gustavo: Atualmente cada vez mais empresas estruturadas, procuram por esses espaços, não só pela questão econômica – que é um fator muito representativo e o custo é bem mais barato –, mas também pelos contatos e novos negócios que acabam sendo impulsionados nesses locais. Muitas empresas também procuram locais próximos a casa de seus funcionários, melhorando assim a qualidade de vida e a mobilidade urbana.O coworking deixou de ser para empresas em fase inicial e tornou-se uma realidade para várias empresas, inclusive multinacionais já fazem uso desta prática no Brasil.

Obra24Horas: Quais são as desvantagens desses espaços compartilhados?


José Guilherme e Gustavo: A maior desvantagem desses espaços é a liberdade que se perde ao falar no telefone, porém em quase todos os espaços anunciados no site tem áreas e salas que oferecem um pouco mais de privacidade.

Obra24Horas: Os preços dos imóveis vêm sofrendo uma queda atualmente. Você acredita que isso pode afetar o mercado de espaços compartilhados, já que ter seu próprio escritório está ficando mais em conta?


José Guilherme e Gustavo: Acreditamos que afetará positivamente este mercado, pois novos espaços de coworkings devem surgir e impulsionar ainda mais o mercado brasileiro. Não acreditamos que o usuário de coworking deva sair e buscar um escritório próprio, pois apesar de ser um item bem relevante, o aluguel é apenas um dentre muitos outros custos que a empresa possui para ter um escritório.

Obra24Horas: Alguma outra consideração importante.               


José Guilherme e Gustavo: Coworking e escritórios compartilhados estão em crescimento, pois veio para ajudar empresas a reduzir custos, melhorar qualidade de vida de seus colaboradores e principalmente negócios prospectados entre as empresas que ali estão. É importante ressaltar que dentro desses espaços, as empresas podem também  usufruir de toda essa estrutura e ainda assim ter salas privadas.
 

 

Entrevista concedida para a jornalista Érica Nacarato, do Portal Obra24horas.

 
 
 
Copyright Portal Obra24horas | 2005-2021
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso