v Obra24horas | Entrevistas > Marilvia de Oliveira
Obra24horas > Entrevistas >
ENTREVISTAS

Interior conquista preferência dos paulistanos que buscam mais qualidade de vida

Marilvia de Oliveira

Segundo divulgação da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), nos últimos três anos foram ofertados 22 mil terrenos em 212 loteamentos em cidades num raio de até 100 km da capital paulista, mostrando que o paulistano está em busca de tranquilidade e qualidade de vida sem perder o foco dos negócios na metrópole.

E o perfil desses novos moradores é de alto padrão. São pessoas que desejam planejar e construir a própria casa, reservar uma área de lazer para si e os filhos nos finais de semana, e ter uma vida mais tranqüila e longe das preocupações e desorganização da metrópole.

Conversamos com a gerente comercial do Residencial Villa Solaia, Marilvia de Oliveira, empreendimento da Construtora São José, localizado em Barueri/SP, que nos contou o porquê dessa preferência e o grande diferencial da vida no interior.

Obra24Horas: Porque os paulistanos estão preferindo morar nos arredores da metrópole?

Marilvia de Oliveira: O primeiro e mais importante fator é a tranquilidade. São Paulo já está impossível de morar. Fora isso, há a segurança que uma cidade menor oferece, além de a tranquilidade de poder dormir sossegado – sem barulho de caminhão , sirene de ambulância e trânsito – e de viajar sabendo que não vão entrar na sua casa.

Obra24Horas: Quais são as cidades mais procuradas?

Marilvia de Oliveira: Ainda são as cidades mais próximas à capital, já que as pessoas não conseguem fazer mudanças rápidas. Barueri, por exemplo, é uma região privilegiada e com alta qualidade de vida, onde se priorizou a segurança e educação, que foram estimulados governo após governo. Além dela, podemos citar cidades como Itapeva, Cabriúva, Campinas, Guarujá, Valinhos, Itu e Jaguariúna.

Obra24Horas: Qual é o perfil dos novos moradores dessas cidades?

Marilvia de Oliveira: São profissionais liberais, empresários, executivos, enfim, pessoas que têm uma vida estabelecida em termos de conforto.

Obra24Horas: Essas pessoas dão preferência às casas ou apartamentos?

Marilvia de Oliveira: A primeira opção é casa, já que podem ser construídas de acordo com a preferência dos proprietários, além de que essas pessoas que estão saindo da capital, na maioria das vezes, têm famílias e filhos, e uma casa é a melhor opção para crianças e adolescentes por causa do espaço. Em São Paulo não é mais possível construir uma casa. Ainda existem vilas pequenas e fechadas, mas é um sonho de consumo. Por isso, o que as pessoas desejam ultimamente é voltar ao clima de interior, e ter uma vida boa e confortável.

Obra24Horas: O preço é mais acessível do que na capital?

Marilvia de Oliveira: O metro quadrado no interior é mais barato, inclusive de terrenos bons e em residenciais bonitos que atendem ao desejo do consumidor. Essa é uma tendência que vem há um tempo e acredito que temos uma década pela frente para termos essa imigração com qualidade. E para isso, o interior tem que se preparar para o crescimento e para receber um pessoal diferenciado.

Obra24Horas: Essa procura por imóveis nos arredores da capital deve crescer ou você acredita que será momentânea?

Marilvia de Oliveira: Essa é uma tendência que veio para ficar. As pessoas estão se estabelecendo. Na região da Rodovia Castelo Branco, por exemplo, há uma demanda forte e tem muita gente comprando terrenos por saber que daqui um tempo eles irão se valorizar ainda mais.

Obra24Horas: Você acredita que essa procura fará com que haja uma mudança futura no mercado imobiliário da capital?

Marilvia de Oliveira: Não acredito, porque o mercado na capital paulista é muito dinâmico e sempre se transforma, migrando futuramente, por exemplo, para prédios de várias opções e com tecnologias diferenciadas. Por isso, as cidades mais próximas de São Paulo e de fácil acesso, são as soluções.

Obra24Horas: O que o interior tem que já se perdeu em São Paulo?

Marilvia de Oliveira: Vida social rica. No interior ainda é possível você encontrar com facilidade o outro e organizar festas, reuniões, jantares, churrascos, o que se perdeu em São Paulo, já que as pessoas mal se vêem. E para quem tem filhos isso é mais essencial ainda, pois você conhece os amigos e pais deles, e ainda proporciona a eles uma vida mais livre e não tão restrita. 

 

Entrevista para a jornalista Érica Nacarato, redatora do Portal Obra24horas.

Copyright Portal Obra24horas | 2005-2021
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso