Obra24horas > Entrevistas >
ENTREVISTAS

Mercado imobiliário mantém otimismo em 2014

Com o início de um novo ano é o momento de analisar o que aconteceu no mercado imobiliário em 2013 e traçar as expectativas para os próximos 12 meses. Meses esses que prometem agitar o País devido aos eventos Copa do Mundo e Eleições.

Segundo dados do SindusCon-SP, o ano passado fechou com um crescimento de 2%, abaixo dos 2,5% do PIB nacional. Mas as expectativas para 2014 são de retomada no setor e estimativa de um crescimento de 2,8%.

Conversamos com Odair Senra, vice-presidente de Imobiliário do SindusCon-SP, para entender melhor o cenário e nos prepararmos para 2014.

Obra24Horas: Como o senhor analisa o ano de 2013 para o mercado de construção?

Odair Senra: O mercado de construção sempre complementa o ciclo (que não é curto!) do mercado imobiliário, pois após o lançamento, os cumprimentos de contratos para a entrega das unidades criam um “folego” para a construção, até independente da velocidade dos futuros lançamento. Portanto, em 2013 os construtores ainda estavam construindo ou entregando imóveis lançados em 2010/2011.

Obra24Horas: Os resultados foram compatíveis com as expectativas?

Odair Senra: Sim, pois o ambiente de volume de obras (materiais, mão-de-obra, equipamentos, entre outros), já mais comportado, não trouxe surpresas de alta de custos e nem de custos adicionais por prolongamento de prazos de obras, ou seja, os atrasos.

Obra24Horas: Muito se especulou sobre uma possível bolha imobiliária. Qual a visão do SindusCon-SP em relação a esse assunto?

Odair Senra: Não houve e não há “bolha imobiliária” aqui no Brasil. Temos demanda com renda, financiamento ao comprador e ao produtor, bons incorporadores/construtores e um sistema seguro de hipotecas.

Obra24Horas: Quais são as expectativas para o mercado de construção civil para esse ano?

Odair Senra: Continuará bom, pelos mesmos motivos expostos na primeira questão. Ou seja, o ano seguirá como o de 2013.

Obra24Horas: As altas dos preços dos imóveis persistirão ou pode-se esperar uma estagnação?

Odair Senra: Os preços dos imóveis estão diretamente e fortemente ligados aos preços dos “terrenos”; terreno é um ativo “finito” e, desta forma, bons terrenos em bons locais já consolidados poderão ter altas menos agressivas, mas sempre se valorizarão.

Obra24Horas: Nesse ano, o País sediará a Copa do Mundo e em 2016 as Olimpíadas. Como esses eventos influenciarão o setor?

Odair Senra: Com os eventos da Copa do Mundo, eleições nacionais – provavelmente em dois turnos -, teremos um calendário útil de lançamentos e vendas (acontecem muito nos fins de semana, feriados etc...) muito apertado (curto), e isso poderá prejudicar o volume de lançamentos. Mas os incorporadores/construtores sempre planejam o calendário imobiliário já considerando esses eventos.

Obra24Horas: Os micro-apartamentos lançados em 2013 se mostraram um sucesso. Podemos dizer que esse modelo de moradia é a tendência para 2014?

Odair Senra: A mobilidade urbana é hoje muito importante na decisão de aquisição da moradia própria. Imóveis menores em área, bem localizados, como eixos estruturais e metrô, tendem a serem mais procurados até por investidores que focam “locações”. Então a tendência é de crescimento da oferta destes produtos, que poderá ser incentivado com a Revisão do Plano Diretor Estratégico em aprovação da Câmara Municipal de São Paulo.

Obra24Horas: Quais são as principais dicas para o investidor de imóveis. É preciso ter cautela?

Odair Senra: É adquirir imóveis bem localizados e de empresas e incorporadoras/construtoras idôneas, ou seja, aquelas filiadas ao SindusCon e Secovi, por exemplo.

Obra24Horas: As grandes cidades ainda comportarão o grande número de lançamentos ou a tendência é que ele diminua?

Odair Senra: A verticalização quando realizada disciplinadamente e urbanisticamente bem estudada, leva a um adensamento saudável, que otimiza a infraestrutura urbana já instalada (rede de água e de esgoto, ruas pavimentadas, rede de energia elétrica, transporte em geral etc). Temos muito a verticalizar nas grandes cidades, melhorando muito a mobilidade urbana.

 

Entrevista para a jornalista Érica Nacarato, redatora do Portal Obra24horas.

LEIA TAMBÉM

ENTREVISTA
ENTREVISTA
Copyright Portal Obra24horas | 2005-2020
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso