NOTÍCIAS

Na última semana, o BIM, ou Building Information Modeling, na sigla em inglês, foi pauta de encontro promovido pelo Grupo Saint-Gobain. Iniciativa inédita, o “Clube BIM dos Fabricantes” contou com a participação de representantes de dez empresasque fazem parte da cadeia da construção civil no Brasil: Assa Abloy, Basf, Cebrace (joint-venture entre a Saint-Gobain e NSG/Pilkington), Deca, GlassecViracon, Legrand, Marko, Omega Light, Sasazaki e Schneider Electric.

Para enriquecer o debate, Sérgio Leusin, professor da Universidade Federal Fluminense (UFF), sócio gerente da GDP-Gerenciamento e coordenador do projeto para elaboração de guias para desenvolvimento e contratação de projetos BIM para a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) ; Paula Vianna, arquiteta com mais de dois mil projetos de produção de vedação racionalizada; e Camila Kfouri, arquiteta e urbanista responsável pela implementação do BIM na Método Potencial Engenharia, apresentaram seus cases e ajudaram na reflexão sobre o tema, em particular a necessidade de adequação dos processos e conexões entre as diferentes disciplinas da construção para garantir o sucesso da implementação de projetos BIM.

“É fundamental ter esse impulso dos fabricantes para fazer avançar o tema do BIM no Brasil, que é tão importante para o futuro da indústria da construção civil. Um clube de expertise do BIM formado por fabricantes ainda é totalmente disruptivo no país”, ressaltou Lucile Charpentier, Diretora de Marketing e Estratégia Digital da Saint-Gobain no Brasil, ao dar o pontapé inicial ao fórum. “Estamos representando uma indústria que ainda tem muita dificuldade em inovar. E nossa revolução digital se chama BIM”, acrescentou.

A expectativa é de que, a partir de agora, os encontros sejam regulares e possam contribuir na reflexão global da indústria a respeito dos avanços do BIM.

 

Copyright Portal Obra24horas | 2005-2018
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso