NOTÍCIAS

Os lançamentos de imóveis novos no Brasil subiram 15,1% entre janeiro e novembro de 2017, sobre um ano antes, puxados por novas unidades do programa habitacional “Minha Casa Minha Vida”

Os dados fazem parte do levantamento da Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e apontam o lançamento de 68.808 unidades nos 11 primeiros meses do ano passado.

Na mesma base de comparação, as vendas de imóveis novos totalizaram 98.138 unidades, volume 5,2% superior ao comercializado no mesmo intervalo em 2016. “Os resultados disponíveis até o penúltimo mês de 2017 reforçam a trajetória positiva observada nos últimos 12 meses, período em que os lançamentos (78,8 mil unidades) e as vendas de imóveis novos (107,9 mil unidades) cresceram – respectivamente, 9,0% e 4,5% em relação ao registrado no período imediatamente anterior”, disse, em nota, a entidade.

Pela ótica por segmento os lançamentos residenciais de médio e alto padrão recuaram 4,1% nos últimos 12 meses, enquanto as vendas do segmento ainda acumulam queda de 11,0% frente ao período precedente. Por outro lado, o número de lançamentos residenciais do programa MCMV aumentou 16,0% nos últimos 12 meses acompanhada pela alta expressiva no volume de vendas de imóveis novos (+26,2%), na mesma base de comparação.

Considerando todos os segmentos, foram contabilizados 34,8 mil distratos nos últimos 12 meses, o equivalente a 32,3% das vendas de imóveis novos. No mesmo período, a relação entre distratos e vendas do segmento MAP foi de 43,8% enquanto esse percentual foi de 17,7% entre empreendimentos MCMV. Levando em conta a safra de lançamentos mais antiga na série histórica (1º trimestre de 2014), a proporção de distratos entre as unidades vendidas do segmento MAP é de 33,9%, maior que no MCMV (21,0%).

 

Fonte: DCI

LEIA TAMBÉM

MATÉRIAS TECNOLOGIA E SUSTENTABILIDADE
MATÉRIAS DECORACAO DE INTERIORES
Copyright Portal Obra24horas | 2005-2018
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso