MATÉRIAS

tecnologia na construção civil

Ninguém melhor do um profissional da construção para entender a grande diferença entre o que se passa no papel e o que realmente acontece em campo. De acordo com o Harvard Business Review, um em cada seis projetos irá extrapolar os custos no orçamento em quase 70%.

A tecnologia na construção é um dos melhores caminhos para mudar esse panorama – mesmo assim, o setor ainda mostra certa resistência à inovação e à mudança de costumes. Veja 5 maneiras como a tecnologia pode transformar a produtividade dos projetos e aprimorar a execução de inúmeras etapas construtivas:

1. Modelagem 3D

A modelagem 3D utiliza softwares para criar uma representação matemática de uma forma tridimensional. Apesar de já ser bastante conhecida no setor da construção civil, muitas empresas ainda não adotaram a tecnologia em todas as etapas do projeto. Essa relutância tem algo a ver com a inclinação naturalmente conservadora da indústria da construção, mas também com as dificuldades de armazenar e compartilhar modelos 3D.

Alguns softwares de modelagem – como o BIM 360 Glue – permitem que os modelos 3D sejam compartilhados e visualizados em qualquer lugar, principalmente no canteiro de obras. Com isso, o projeto pode ser alterado ou atualizado em tempo real, de acordo com a executabilidade dos serviços em campo. Assim, dados e cálculos imprecisos podem ser rapidamente corrigidos e a empresa evita o retrabalho em várias etapas, que acabam gerando custos extras e atrasos junto aos clientes.

2. Drones 

Os drones ainda são pouco explorados pela construção civil, mas a variedade de aplicações da tecnologia é grande.

Os drones podem ser uma potente ferramenta de inspeção ágil no canteiro de obras, oferecendo uma visão completa e diferenciada dos serviços em andamento. Assim, as inspeções podem ser mais frequentes e as possíveis inadequações podem ser corrigidas antes mesmo de se tornarem um problema real.

Aqui no Brasil, por exemplo, a construtora Tecnisa inovou ao ser a primeira a utilizar a tecnologia dos drones para realizar o registro fotográfico do progresso no canteiro de obras. Nos Estados Unidos, o time lapse em alta resolução da construção da nova sede da Apple também foi possível graças às imagens capturadas por drones.

3. Estações robóticas 

A estação total é um dos equipamentos mais utilizados nas fases preliminares de uma obra. As estações robóticas podem ser operadas de maneira remota e coordenada, sendo uma das tecnologias mais fáceis de implementar no canteiro de obras.

Os benefícios incluem medidas mais precisas, inspeções mais rápidas, dados disponíveis em tempo real, menor índice de erros e, consequentemente, a diminuição do retrabalho.

4. Impressão 3D

Os pré-fabricados tornaram-se um elemento comum de projetos de construção, passando a ser usados em maior volume aqui no Brasil nos últimos três anos. Além de serem sustentáveis por utilizarem menor quantidade de insumos, os pré-fabricados ainda reduzem o tempo de construção, já que as peças são produzidas em fábrica e só é preciso montá-las ou encaixá-las no local da obra.

Nos últimos anos, a indústria dos pré-fabricados também passou a produzir os componentes através da impressão 3D, o que permite que peças personalizadas e em formas complexas sejam produzidas de maneira econômica e rápida. A impressão 3D no canteiro de obras também começa a ganhando terreno, prometendo ser uma maneira flexível e automatizada de construir alguns elementos estruturais de forma precisa. Isso reduz os índices de erro humano e, consequentemente, aumenta o desempenho em campo.

5. Dispositivos móveis + gestão móvel de documentos 

A gestão móvel de dados e documentos é uma das mais importantes tecnologias para a construção civil. Aliada ao uso de dispositivos móveis e até de softwares do tipo BIM, os modelos 3D, o registro fotográfico, as plantas atualizadas e as tarefas de cada colaborador são acessadas diretamente no canteiro de obras quando é preciso, garantindo uma visão atualizada e compatível entre o projeto e o que está sendo executado em campo.

Para garantir a organização e o funcionamento de todos esses itens, é fundamental contar com uma plataforma de gerenciamento de projetos específica para a construção civil – como o Construct. Assim, as equipes trocam informações em tempo real e o gestor de projetos pode tomar decisões importantes com base no que realmente é prioridade.

Fonte: Constructapp

 

 

Copyright Portal Obra24horas | 2005-2018
Contato: (011) 3124-5324 | Termos de Uso